A Cooperativa

Breve Histórico

Em janeiro de 1999 alguns funcionários aposentados do Banco do Brasil S.A. uniram esforços para criar uma cooperativa de crédito que atendesse não só funcionários do BB, mas também empregados em outras instituições de crédito, conforme seu nome já revela.

Após meses de pesquisas, contatos e convites conseguiram reunir 21 associados fundadores, todos funcionários aposentados do BB, realizar a Assembléia de Constituição em Setembro/1999 e ingressar com pedido de autorização de funcionamento junto ao Banco Central do Brasil.

A autorização foi concedida em 09/02/2000 e a cooperativa., após cumprir outras formalidades de registros, deu início às suas atividades em 20/03/2000.

A criação da cooperativa não teve e não tem o objetivo de cobrir lacunas, mas complementar outras que também atendem o mesmo segmento profissional, dando-lhes assim uma opção para formação de poupança e atendimento de suas necessidades de crédito.

Não é novidade para quem trabalha ou trabalhou em instituições do sistema financeiro que, entre as muitas atividades que podem ser desenvolvidas por uma cooperativa de crédito, o foco principal é a dupla prática de fomentar a poupança para os seus cooperados, através da constituição de capital e captação de depósitos a prazo e a concessão de empréstimos para aqueles cooperados que deles necessitam, com utilização dos recursos financeiros poupados.

O sistema permite remunerar melhor a poupança dos cooperados – capital e depósitos – e cobrar menor taxa de juros para os empréstimos – princípio por nos praticado – em condições bem mais vantajosas do que aquelas praticadas pelo mercado financeiro de modo geral. Verificamos com satisfação que estamos no caminho certo.

Apresentamos desde o início crescimento firme e constante, de maneira que já partir do segundo ano de funcionamento começamos a produzir sobras (conceito cooperativista para lucro), a despeito dos custos de estruturação da cooperativa, como a locação de espaço para funcionamento, compra de equipamentos de informática etc.

As sobras anuais vem sendo incorporadas ao capital dos associados, conforme decidido nas Assembléias Gerais Ordinárias, pois assim gozam do benefício fiscal de não pagar imposto de renda. O crescimento da cooperativa pode ser acompanhado pelos resultados revelados nos balanços semestrais e anuais, sempre inseridos no Informativo CREDISCOOP que é editado e remetido aos associados trimestralmente.

Em 2009 foi firmado convênio com a ABESPREV – Associação de Defesa dos Direitos Previdenciários dos Banespianos, que congrega profissionais aposentados originários dos bancos BANESPA/SANTANDER, para permitir a eles a possibilidade de admissão a cooperativa nas mesmas condições e com os mesmos benefícios oferecidos aos aposentados do Banco do Brasil S/A.

Associados Fundadores
Em ordem alfabética:

ANA REGINA DE CARVALHO MORGATO
ANTONIO AUDELINO CORREA FILHO
ANTONIO RAMOS TAVARES FILHO
ARCÍLIO JOSÉ ALVES
ARMANDO MITSUAKI OURA
CARLOS OTÁVIO PAULETTE
EDGARD HARRY POMMERENING
GERALDO JOSÉ SOLLA
GERSON MAZZUCATO
JÚLIO OSHIRO
LUIZ SÉRGIO GOSUEN
MARGARETI SUMIKO GUIMA
MARIA HELENA DE OLIVEIRA
NILSON JOSÉ BULGUERONI
PEDRO EDSON OQUENDO SAMPAIO
SÉRGIO BUENO
SÉRGIO KAORU ENDO
SIDNEY FREITAS DE GODOY TAVARES
VIDAL DOS SANTOS
YOLANDO GONÇALVES DE SOUZA.

Diretoria
Eleita na A.G.O. DE 20.03.2013, com mandato até a A.G.O DE 2016.:

EDGARD HARRY POMMERENING – Diretor Presidente
ARCÍLIO JOSÉ ALVES – Diretor Administrativo
JOÃO ALVES LADEIRA – Diretor operacional

Conselho Fiscal
Eleito na A.G.O. de 2014 com mandato até a A.G.O. de 2016:

EFETIVOS:

Nilson José Bulgueroni
Carlos Otávio Paulette
Yolando Gonçalves de Souza

SUPLENTES:
Geraldo José Sola
Nelson Ortigoza
Maury Roberto Moscatelli